sexta-feira, 18 de outubro de 2013

BIOGRAFIA DO ARTISTA


Sandro Henrique Souza é escritor romancista, contista e dramaturgo. É pesquisador das Artes, das Ciências Sociais e Humanas nos campos da Sociologia, Ciência Política, Filosofia, Psicologia Social, Antropologia e Religiões. Na literatura escreve romances, contos, aforismos e peças de teatro.

Arts Hanryck
(Marca protegida por direitos autorais).

Minha fanpage no facebook:


Olá amigos e amigas! Confiram a minha entrevista concedida à jornalista Shirley Cavalcante para a Revista Literária da Lusofonia:





Fragmentos de Luz agora também à venda no site da Ag Book
 
https://agbook.com.br/book/172108--O_Sertao_Um_Ser_e_a_Solidao

https://agbook.com.br/book/172090--Sala_Fechada

https://agbook.com.br/book/172081--Estigma_de_Um_Besouro_Raro

https://twitter.com/ArtistaAutor

O RESPEITO


"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."

(Henri Frédéric Amiel)

 

O respeito é um dos valores mais importantes e imprescindíveis na relação humana. O respeito pelas diferenças, pelos gostos, pelas qualidades, pelos sentimentos dos outros, pela dignidade da pessoa humana... Tratar as pessoas com educação e respeito é fundamental para a boa convivência entre os humanos. O respeito gera respeito.

 

AS LEIS DE DEUS PARA AQUELES QUE PREJUDICAM OS OUTROS

A vida no universo é regida pelas leis de ação e reação, causa e efeito. Se você pratica o bem, o bem retorna para você. Se praticar o mal, o mal retorna para quem o praticou. Prejudicar os outros, insultar, constranger, difamar, ter ódio e inveja são sentimentos e maldades que retornam para quem as pratica.

LIVROS DE SANDRO HENRIQUE SOUZA

·Fragmentos de Luz (romance);
·Telas, Cores e Espaços  (prosa);
·O sertão, um ser e a solidão (prosa);
·Estigma de um besouro raro (romance);
(Edições esgotadas).
·Sala fechada (contos);
·O último brinde (peça teatral);
·Cinzeiro (obra em verso);
•Quadros, molduras e um atelier ( prosa e verso);
·Cama de páginas (contos);
·Espelhos falsos, reflexos de ilusões (romance).
•Antologia que participei: Ponte dos Sonhos – Frankfurt, Alemanha, 2010.
Outras páginas minhas na internet:


Reportagens e entrevistas com Sandro Henrique Souza



FRAGMENTOS DE LUZ - A primeira edição foi pela editora Literarte, Rio de Janeiro, 2013




Book Trailer de Fragmentos de Luz


Alguns livros meus agora podem ser encontrados também no site da AG BOOK, Amazon e livraria Cultura.
https://agbook.com.br/books/search?utf8=%E2%9C%93&what=sandro+henrique+souza&sort=&commit=BUSCA

SALA FECHADA

O SERTÃO, UM SER E A SOLIDÃO

ESTIGMA DE UM BESOURO RARO

CINZEIRO 
http://www.clubedeautores.com.br/book/172090--Sala_Fechada#.VA0Rs00g_Z4

http://www.clubedeautores.com.br/book/172081--Estigma_de_Um_Besouro_Raro#.VA0WQ2MbASo

http://www.clubedeautores.com.br/book/172684--Cinzeiro#.VA0W1GMbASo

http://www.clubedeautores.com.br/book/172108--O_Sertao_Um_Ser_e_a_Solidao?topic=diversos

http://www.amazon.com.br/Estigma-Besouro-Sandro-Henrique-Souza-ebook/dp/B00N0XY8SE/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1410144194&sr=8-1&keywords=Sandro+Henrique+Souza

http://www.amazon.com.br/Sala-Fechada-Sandro-Henrique-Souza-ebook/dp/B00N32P098/ref=sr_1_2?ie=UTF8&qid=1410144194&sr=8-2&keywords=Sandro+Henrique+Souza

http://www.amazon.com.br/Sert%C3%A3o-Um-Ser-Solid%C3%A3o-ebook/dp/B00MYEHYR2/ref=sr_1_3?ie=UTF8&qid=1410144194&sr=8-3&keywords=Sandro+Henrique+Souza

http://www.amazon.com.br/Fragmentos-Luz-Sandro-Henrique-Souza-ebook/dp/B00N23K1NS/ref=sr_1_4?ie=UTF8&qid=1410144194&sr=8-4&keywords=Sandro+Henrique+Souza

LIVRO ESTIGMA DE UM BESOURO RARO






Esta foi a primeira edição de Estigma de Um Besouro Raro, pela editora CBJE, do Rio de Janeiro.


LIVRO TELAS, CORES E ESPAÇOS - A primeira edição saiu pela editora Biblioteca 24Horas, de São Paulo


LIVRO O SERTÃO, UM SER E A SOLIDÃO - A primeira edição saiu pela editora CBJE, do Rio de Janeiro




ANTOLOGIA INTERNACIONAL PONTE DOS SONHOS – FRAKFURT, ALEMANHA, 2010. 



LIVROS TELAS, CORES E ESPAÇOS


Cada cor ludibria-me a percepção. Talvez se minha vista fosse neutra percebê-la-ia melhor.

Sandro Henrique Souza – do livro Telas, Cores e Espaços.



LIVRO O SERTÃO, UM SER E A SOLIDÃO


Quando o sol se puser e anoitecer o meu corpo no sertão, ainda assim acredito que o amanhã existirá para torná-lo claro. Então verei a luz, mesmo que não exista mais sol para queimar as minhas retinas e nem pedras para apedrejar os meus sentimentos.

Sandro Henrique Souza – do livro O Sertão, Um Ser e a Solidão.

VOO TRANSCENDENTAL - Sandro Henrique Souza

Num voo transcendental e sem asas, atravesso um portal e volito pelo espaço descomunal do incógnito infinito. Em instantes de liberdade, fora dos densos recintos, vejo o mundo por ângulos distintos e os seres sem formas na projeção do meu voo livre. Mas minha mente ainda projeta sombras de arvores das florestas dos meus sonhos. Meu viajar tem tempo limitado, mas lá não há tempo nem paredes que me limitam de passar. Pois nessas extensões colossais as leis são dessemelhantes e não há limites para o direito de amar. O voo quer terminar, mesmo que não seja um voo alado, para me fazer voltar ao envoltório fechado. Mas, não quero despertar, pois meu inconsciente ainda se faz presente e tampouco quer se encarcerar. E de onde estou ainda vejo o mundo e a existência por semiplanos diferentes. Será que não tenho o direito de vê-los como os vejo?...

Sandro Henrique Souza
Copyright © 2013
Texto protegido por direitos autorais.


MUNDO ILUSÃO - Sandro Henrique Souza


Mundo Ilusão

Desdobro-me para as dimensões que existem além do meu invólucro. Viajando pelos espaços galácticos. Percorro os abismos de sombras e perco-me neles, mas lampejos cintilantes acendem em minha consciência, fazendo-a reluzir por instantes, para encontrar-me em serenos jardins resplandecentes. Passo pelos portais do desconhecido. Abro portas e percorro pelos caminhos desvanecidos pelo meu andar. Subo em escadarias evolutivas e passeio pela frente das fachadas de paraísos fechados, que ainda não posso habitá-los nem visitá-los. Acordo em degraus ainda longe de percorrê-los e alcançá-los. Sonhos, encantos, magias e seres Elementais, com harpas e flautas banhadas de ouro, tocam uma bela canção, e puxam-me para a alquimia do dia, pois, fios prateados, ainda me entrelaçam ao Mundo Ilusão.

Sandro Henrique Souza
Copyright © 2013
Texto protegido por direitos autorais.







POR UM MUNDO SEM BULLYING


 Bullying é um termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (do inglês bully, "tiranete" ou "valentão") ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos). Os indivíduos que comentem Bullying utilizam-se de ameaças, assédios, intimidações, provocações, deboches, difamações, apelidos, judiações e implicações, além de diversos outros termos utilizado pelas próprias pessoas em diversas regiões. O Bullying é praticado em diversos ambientes sociais, como faculdades, universidades, colégios, trabalhos, vizinhança, etc. Os motivos que fazem com que vários indivíduos cometam bullying, podem ser a inveja, o ódio, sentimento de inferioridade, fazendo-os utilizarem de violência para compensar as suas frustrações.
Atitudes que caracterizam o Bullying:
1.      Insultar a vítima;
2.       Provocar a vítima, colocar apelidos;
3.      Difamar a vítima;
4.      Debochar;
5.      Ridicularizar a vítima:
6.      Usar de diversas atitudes perversas para humilhar a vítima;
7.      Colocar a vítima em situações constrangedoras;
8.      Acusar sistematicamente a vítima de não servir para nada;
9.      Ataques físicos repetidos contra uma pessoa, seja contra o corpo dela ou propriedade;
10.   Interferir com a propriedade pessoal de uma pessoa, livros ou material escolar, roupas, etc, danificando-os;
11.   Espalhar rumores negativos sobre a vítima;
12.   Depreciar a vítima sem qualquer motivo;
13.   Fazer com que a vítima faça o que ela não quer, ameaçando-a para seguir as ordens;
14.   Colocar a vítima em situação problemática com alguém (geralmente, uma autoridade), ou conseguir uma ação disciplinar contra a vítima, por algo que ela não cometeu ou que foi exagerado pelo bully;
15.   Fazer comentários depreciativos sobre a família de uma pessoa (particularmente a mãe), sobre o local de moradia de alguém, aparência pessoal, orientação sexual, religião, etnia, nível de renda, nacionalidade ou qualquer outra inferioridade depreendida da qual o bully tenha tomado ciência;
16.   Usar as tecnologias de informação para praticar o cyberbullying (criar páginas falsas, comunidades ou perfis sobre a vítima em sites de relacionamento com publicação de fotos etc); chantagem, provocações;
17.   Usar expressões ameaçadoras;
18.   Usar de sarcasmo;
19.   Fazer que a vítima passe vergonha na frente de várias pessoas.

A prática do bullying além de ser um ato de desrespeito ao próximo pode causar traumas nas vítimas.

Bullying é crime
O crime consiste em intimidar, constranger, ofender, castigar, submeter, ridicularizar ou expor alguém a sofrimento físico ou moral.

A pena para as práticas de bullying pode ser até de 1 à 5 anos de reclusão.

"Os dados reais da vida não têm valor para o artista, são unicamente um ensejo para manifestar o seu gênio." (Marcel Proust)

"Toda a obra de arte é uma personalidade. O artista vive nela, depois dela ter vivido longo tempo dentro dele."

A Arte de Escrever

A Arte de Escrever
"A escrita é a pintura da voz."
"O artista como artista sente menos do que os outros homens porque produz ao mesmo tempo que sente, e nesse caso há uma dualidade de espírito incompatível com o estar entregue a um sentimento."
(Alberto Caeiro).

"O tempo não é uma medida. Um ano não conta, dez anos não representam nada. Ser artista não significa contar, é crescer como a árvore que não apressa a sua seiva e resiste, serena, aos grandes ventos da primavera, sem temer que o verão possa não vir. O verão há de vir. Mas só vem para aqueles que sabem esperar, tão sossegados como se tivessem na frente a eternidade. "(Rainer Maria Rilke).

A caridade é o processo de somar alegrias, diminuir males, multiplicar esperanças e dividir a felicidade para que a Terra se realize na condição do esperado Reino de Deus. (Emmanuel)

"Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás."

"Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás."
“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei. Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa. Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel. Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia, nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia. Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti. Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios. Porque tu, ó SENHOR, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação. Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda. Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos. Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra. Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente. Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei. Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.”